quarta-feira, abril 07, 2010

Os Famosos e os Duendes da Morte (resenha crítica em sofismas).

Esmir Filho da Puta chega chegando e faz uma coisa assim, como pode, Novo Cinema Independente Alemão Brasileiro? Hochhäusler e Petzold, mais publicitário, sim, com certeza, mas, ainda assim... Mais jovem, efetivamente.

O À Deriva que deu certo.

Filmexplosão no inusitado. Que cinema brasileiro é esse? De onde veio com que antecedente? Não é possível, porque... Nada de Espalhadas pelo ar, cruz credo, não é esse nível de diafania.

Fotografia friamente difusa desfocada curta, linda (a garota), lindo, mas a beleza a estetização é a melancolia do lugar do espaço, é o que torna possível.


Tátil mesmo são os vídeos da Tuane.



O choque vem aos poucos, mas é isso é Cinema e é o melhor de brasileiro que minha memória deixa pensar dos últimos anos.

Filhos da puta, arre.






nota: a cena com os velhinhos é ridícula.

5 comentários:

  1. te vi em recife, ou é impressão?

    ResponderExcluir
  2. Espero pela crítica em aforismas.

    ResponderExcluir
  3. Ai, mano, que sem graça, explicitando minha piadinha assim :(

    ResponderExcluir
  4. os antecedentes são lavoura arcaica e o youtube. brasileiros. talvez limite, mas aí só pelo lirismo. silêncio também.
    a mise en scene do close é mise en cadre.
    a beleza facilita.
    o sotaque é virtu.
    o protagonista, chatíssimo.
    falta sujeira, como diz rafa: concordo.

    nota ao quadrado: a cena dos velhinhos começa ridícula mas se torna uma outra coisa. estranho.

    o encontro com a mãe é o que há de melhor.

    diversidade é uma qualidade?
    talvez oxigênio. para onde ir?

    ResponderExcluir
  5. Merda, escrevi cá uma resposta, mas minha Internet a engoliu. Tento reconstituí-lo, mais ou menos.

    Youtube, sim; lavoura arcaica, duvido um pouco.

    A chatice e a limpeza são notáveis, mas acho que É.

    Noto, ao quadrado: a cena de fato vira e se torna, digamos, notável; no entanto, me incomoda infinitamente a precariedade (num filme assim) da decupagem simplificadora para tentar esconder um problema técnico grave com os atores.

    ResponderExcluir